Metamorfose Ambulante Janeiro de 2020

Querido blog,

O mês de Janeiro passou voando, mas sempre há tempo para registrar as lembranças!

Meu final de ano foi um pouco triste, pois foi o primeiro Natal e Ano Novo que passei sem meu pai. Estranho pensar que nos anos anteriores eu raramente passava essas datas com a minha família… Ou era na casa do namorado com a família dele, ou era viajando. No entanto, dessa vez senti muita falta da presença física do meu pai, pois saber que eu não posso mais abraçá-lo doeu bastante.

A ausência do meu pai tem sido difícil pra muita gente, principalmente para mim, mas nada se compara à dor que minha mãe vem sentindo desde então. Apesar de tudo, ela tem sido forte e está tentando continuar sem ele.

Mamãe queria ficar comigo no Natal, mas surgiu um convite para ela ir pra Bahia com minha tia e eu incentivei, pois se ficássemos nós duas juntas e sozinhas, seria muito mais sofrido.

Na Bahia, mamãe pôde ficar perto de muitas pessoas queridas e que a amam de verdade. Talvez se ela tivesse ficado aqui comigo, sentiria ainda mais a dor da ausência de meu pai.

Ela passou o Natal e Ano Novo lá e apesar da saudade, foi bom para ela. Já eu passei o Natal com meu namorado Bruno e a família dele… Não conseguia esconder minha tristeza, mas mesmo assim me esforcei para ficar bem.

No Ano Novo decidi que queria passar a virada num lugar diferente. Era para ter sido na Avenida Atlântica, para ver os fogos na represa de Guarapiranga (nunca tinha ido pra lá), mas acabamos indo para Itapecerica da Serra.

Na verdade quem escolheu esse programa fui eu, pois tinha visto na TV que esse era um dos lugares em São Paulo que teria queima de fogos, além da Paulista que é super famosa, mas também muito cheia e perigosa, na minha opinião.

Bruno e eu em Itapecerica da SerraBruno e eu fomos para Itapecerica no dia 31, quase onze horas da noite, mas conseguimos chegar a tempo de participar da festa da virada na praça local.

Foi simples, mas bem diferente e gostoso pra mim. O único problema é que depois da queima de fogos a festa acabou muito rápido, então tivemos que voltar pra casa.

Almoço de Ano Novo na casa dos SogrosO bom é que no dia 1º eu já estava mais animada e participei do almoço com a família do Bruno!

Esse sim, foi bem divertido, na companhia da Cris, Paulo, Paula, Mayara, Mateus, Sogrito e Sogrita, além do meu Minininhu Bruno, é claro!

 

Passadas as festas de final de ano, Bruno e eu estávamos sedentos por um passeio de moto e, como amamos praia, decidimos ir acampar em Boiçucanga, Litoral Norte. O ano começou na quarta e nós fomos para a praia no final de semana seguinte.

Sábado de manhã, o dia amanheceu ensolarado, havia muitas nuvens no céu, mas partimos mesmo assim. Chegamos em Boiçucanga com chuva e, infelizmente, o camping que tínhamos visto pela internet ficava longe da praia… Decidimos então procurar por outro camping e encontramos o Camping Camburi, na praia com o mesmo nome.

 

Ao chegarmos no camping, a chuva deu uma trégua, dessa forma conseguimos montar nossa barraca e depois, saímos para almoçar. Após o almoço, fomos até a praia e voltou a chover… forte!

Bruno e eu ficamos embaixo do guarda-sol e a praia estava cheia… mesmo com chuva. Por ser chuva de verão, logo ela foi embora e o Sol apareceu pra nós! Curtimos um bom tempo ali, tomando uns drinks e apreciando a paisagem. Depois voltamos pro camping para tomar banho e descansar um pouco até o anoitecer.

 

Saímos a noite para conhecer as redondezas, pois nunca tínhamos ido àquela praia. Gostamos bastante de Camburi, mas achamos os preços um pouco salgados na região. Paramos num food truck para comer alguma coisa que não pesasse tanto, nem no bolso, nem na “pança”, pois queríamos dormir cedo para aproveitar a praia no dia seguinte.

No domingo, acordamos cedo, nos arrumamos e fomos procurar um lugar bacana para tomar café. De todos os lugares que vimos, achamos um em que o preço era mais acessível. Depois do café, saímos para comprar algumas bebidas e quitutes no mercado, para levarmos à praia.

Dessa vez, ficamos na Praia do Camburizinho, que era ao lado da outra do dia anterior. Foi bem bacana também, mas o mar estava bastante agitado, com pedras enterradas na areia e plaquinhas de perigo por toda a costa.

Ficamos sentadinhos debaixo do guarda-sol, entramos pouco na água e logo voltamos para o camping, pois não queríamos subir de moto muito tarde na pista. Tomamos banho, arrumamos nossas coisas, desarmamos acampamento e voltamos pra casa.

No caminho passamos no Pastel Bertioga, que fica em Mogi. Pegamos muita chuva antes de chegar lá e nossa paradinha foi bem providencial! Tomamos um café, comemos nossos pastéis e voltamos pra casa. Foi uma viagem bem tranquila, graças a Deus!

 

Apesar da viagem ter sido boa, a semana seguinte foi bem conturbada por conta de alguns acontecimentos ruins e sonhos estranhos que tive relacionados a morte e coisas do tipo.

Num desses dias, fiquei bem pra baixo, sem vontade de fazer nada, desistindo de tudo… Fui dormir chorando, conversando com Jesus… Pedi a Ele para me mostrar um caminho, um sinal, uma luz… Na manhã seguinte, acordei com cenas de ballet na cabeça…

Nani e eu na ponta de balletAo mesmo tempo senti uma paz, algo reconfortante e tive uma resposta: eu tinha que voltar a fazer ballet, pois foi uma prática interrompida na adolescência por alguns acontecimentos que não vem ao caso dizer.

No mesmo dia, assisti vídeos antigos das minhas apresentações de dança, os quais foram gravados pelo meu pai, que adorava filmar a gente na época…

Chorei bastante de saudade, mas entendi o que eu devia fazer. Procurei por escolas de dança em Guarulhos e uma das primeiras que apareceu para mim foi a Escola de Dança Rita Camilo.

Nesse dia, a escola ainda estava de férias, mas deixei uma mensagem no whatsapp que eles disponibilizaram no site e fiquei aguardando. Pouco tempo depois, alguém me respondeu informando que as aulas começariam no dia 16 de janeiro.

Nesse meio tempo, conversei também com a Dra. Paula, médica com quem faço um tratamento de medicina integrativa na parte de nutrologia. No entanto, por conta do estado em que eu me encontrava, não tinha mais ânimo nem para isso… Foi então que enviei um e-mail explicando minha situação e ela me recomendou sessões de psicoterapia, mais especificamente de EMDR.

Sempre achei que eu precisava de algum tratamento psicológico, pois há anos sofro com alguns traumas e bloqueios de infância.

O único problema é que não tenho dinheiro suficiente para fazer todas as sessões de EMDR que preciso. Mesmo assim, Dra. Paula me deu de presente uma sessão cortesia para desbloquear a minha mente de alguns traumas recentes relacionados à morte do meu pai.

Uma das memórias que estava me fazendo muito mal era a de quando fui reconhecer o corpo do meu pai no necrotério e ele ainda estava quente… Antes da sessão de EMDR, essa cena vinha direto na minha cabeça e ela me causava uma sensação muito forte de sufocamento e angústia que doía fisicamente… Hoje posso falar disso mais naturalmente, sem sentir tais sintomas.

Além dessa memória, a Dra. fez também uma dinâmica para resolver a questão de eu ainda estar muito apegada à energia (alma/espírito) do meu pai. Essa última dinâmica foi muito bonita e significativa para mim, pois fez com que eu aceitasse melhor a partida dele.

Com isso, pude voltar a ter perspectivas positivas, pensamentos bons e voltar a planejar o futuro. 

Lógico que apenas uma sessão de EMDR não resolveu todos os meus problemas, mas já ajudou muito! Para continuar vou ter que fazer um bom “pé de meia” e me organizar direitinho. Por ora vou continuar com o tratamento que eu já fazia com ela antes.

A sessão de EMDR com a Dra. Paula aconteceu uma semana antes de começar o ballet e uma coisa complementou a outra, pois reforçou ainda mais a certeza do que eu deveria fazer naquele momento!

Na segunda-feira, 16 de janeiro, fiz uma aula experimental de ballet com a professora Tawanne… Saí de lá matriculada!!! Voltar para o ballet me deu o ânimo que eu precisava para continuar minha jornada nessa vida, em meio a tantos problemas que acumularam para eu resolver… O ballet é minha válvula de escape!

 

Obrigada Senhor Jesus Cristo por ter me dado o sinal que tanto implorei! Gratidão à Dra. Paula pelo presente que me salvou e à professora Tawanne que se sensibilizou com a minha história e está me ajudando muito a realizar um sonho!

Tia Branca e meus primos jantando comigo e mamãeNa mesma semana, recebemos a visita da Tia Branca e meus primos Ivonei, Bruno e Cristiane. Passamos a tarde conversando e eles ficaram para jantar conosco!

Tia Branca dormiu em casa para ir no dia seguinte com minha mãe para Iracemápolis conhecer o João Vitor, filho do Juninho e da Fernanda. As duas voltaram pra São Paulo no outro dia após o almoço e foram direto pra São Mateus, na casa do Ivonei. Mamãe ficou por lá até o final de semana e eu fui buscá-la no sábado.

Bruno e Isabelli foram comigo e acabamos participando de uma festa de amigos conhecida como Rodão do Dirceu. Nos divertimos bastante nesse dia, até a Isabelli entrou na dança, pois eles não deixam ninguém parado! rsrs

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

No dia seguinte, Bruno, Isabelli e eu fomos conhecer o Clube Fiscal em Santa Isabel, do qual ficamos sócios pelo Sindicato dos Papeleiros. Eu já tinha ido quando era criança e a Isabelli foi com a mãe dela uma vez. Lá é bem gostoso e vale a pena aproveitar num dia de calor!

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

No último dia do mês, mamãe e eu fomos até Ibiúna com a Tia Aninha e o Jim para resolver algumas pendências do inventário do meu pai…

Panorâmica Prainha Ibiuna

 

E assim termina o registro de Janeiro de 2020: alguns acontecimentos alegres, outros tristes, mas muita fé, reflexão e revelação durante o mês inteiro. Que Deus abençoe os próximos meses e anos, para que eu tenha mais registros bons para guardar aqui, na memória e no coração!

Obrigada por acompanhar até aqui e aproveite para ver o vídeo feito pelo Bruno! 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: