Atualizando o Blog: Sumiço + Jobs + 1 ano de cafofo!!!

Querido blog…

Quanto tempo!!! A última vez que escrevi um post foi em janeiro, contando sobre a virada do ano! Depois disso só consegui escrever um depoimento e compartilhar alguns jobs… Por isso estou aqui para registrar os últimos acontecimentos (ainda bem que tenho algumas fotos para poder lembrar de tudo… rsrs).

Observação: Para os preguiçosos de plantão, as fotos estão no final do post, mas vou logo avisando que elas não tem a ver com o que está escrito abaixo, pois são o complemento de tudo o que aconteceu nesses últimos 6 meses! 😉

Não que eu queira compartilhar tudo o que acontece na minha vida, mas gosto da ideia de deixar registrado de uma forma prática para ler e relembrar depois. Sei que existem outras formas mais modernas de fazer isso, como os “vlogs” (vídeos) por exemplo, mas eu particularmente não sou uma pessoa muito falante e não acho que falo bem, então até aderir a essa modalidade é capaz que tenham inventado outras mais modernas… rsrs

Bom, mas vamos começar falando do meu sumiço nas redes sociais. Não foi por acaso, mas acabou sendo útil para evitar exposição desnecessária e para focar no que eu realmente preciso fazer. O principal motivo pelo meu sumiço nas redes sociais foi o fato de que os únicos aparelhos que tenho disponíveis para fazer os registros e compartilhar nas redes sociais é um notebook e um celular de TRÊS ANOS DE USO…

Pois é! Para uns são APENAS três anos de uso, para outros com certeza soará como “TRÊS ANOS DE USO??? TUDO ISSO???” Sim… e ficaria com ele por muito mais tempo se ele aguentasse, mas com tantas atualizações, aplicativos novos (e olha que nem uso tanto assim) e modernidades, o “bichinho” já está dando sinais de que precisa ser substituído. Cheguei a fazer uma restauração de fábrica, mas não durou muito tempo. Agora, nem o cartão de memória ele está reconhecendo mais e como sei, por experiência própria, que mandar consertar esse tipo de coisa não adianta muito (justamente por causa das novas tecnologias), então o jeito será substituí-lo em breve.

Explicado o sumiço, vamos para o próximo tópico: Jobs! Sim, conforme expliquei em meu último depoimento, consegui uma oportunidade para trabalhar TAMBÉM como redatora em meu “tempo livre”… Confesso que no início eu estava super empolgada com essa nova ocupação, pois como expliquei várias vezes, ADORO ESCREVER. E ganhar dinheiro fazendo algo que a gente gosta é muito bom! Porém, com o passar do tempo algo muito ruim começou a acontecer comigo: sobrecarga!

Não que eu seja cobrada nessa ocupação, mas EU MESMA acabo me cobrando muito! A partir do momento que assumi um compromisso com o site, sempre que surge um novo artigo para digitar, meu coração dispara e a ansiedade toma conta. Isso porque durante o dia eu trabalho como analista de suporte, o que exige muita paciência, pois preciso identificar as dificuldades dos clientes e tentar solucioná-las de todas as formas possíveis.

Quando não consigo solucionar, preciso elaborar um “dossiê” para passar o problema para a empresa responsável pelo software… Isso toma muito tempo e, pelo menos para mim, causa estresse, desgaste e frustração. Para pessoas psicologicamente “normais” isso pode até ser simples, mas não para mim. O fato de não conseguir ajudar os clientes como deveria, mesmo que não seja “culpa” minha, me deixa mal e isso vai somatizando na minha saúde (como já expliquei anteriormente).

Já com os artigos a questão é outra. Falo “questão” pois na realidade não é um problema, mas uma dificuldade que eu inconscientemente “criei” para esta função. O trabalho como redatora consiste em receber o e-mail com o tema e os links relacionados, ler sobre o assunto e escrever um novo artigo com a minha própria opinião. Alguns assuntos são compatíveis com os quais eu já tenho certo conhecimento e até gosto de falar. Outros são mais técnicos, envolvem embasamento médico e comprovações científicas, o que se torna ainda mais complicado de escrever, pois o cuidado com as informações verídicas é redobrado.

Não sei os outros redatores, mas eu me preocupo demais com a veracidade das informações que coloco nos artigos que produzo, pois também sou leitora de sites e blogs sobre assuntos diversos e fico muito incomodada de encontrar artigos vagos na internet. E é aí que surge o “problema” com a ocupação de redatora… Ou melhor, três:

1 – Para produzir conteúdos de qualidade, preciso ler muito e buscar fontes confiáveis (além dos links que são passados). Sendo bem honesta comigo mesma: eu não tenho tempo necessário para desenvolver um bom trabalho (pelo menos não como acho que deveria)…

2 – Na hora de escrever é necessário ter muito cuidado de não colocar o texto muito parecido com os das fontes consultadas. Daí vem de novo a questão do tempo, pois é preciso “transformar” tudo o que leio para não ficar igual (como na escola, quando fazíamos resumos e coisas do tipo).

3 – Corrigir o próprio trabalho… Sim! Se tem uma coisa que eu aprendi desde quando eu era digitadora no Colégio Marista Nossa Senhora da Glória, é que digitar é moleza, mas se o texto não for revisado, o trabalho nunca será bem feito. Lá, além de digitar as circulares, atividades e provas que eram entregues aos alunos, também fazia o “trabalho extra” de digitar o mestrado da diretora da época, que tinha que ser conferido umas 200 vezes… mas isso não vem ao caso! rsrs

Concluindo o tópico jobs: enquanto eu não atingir os meus objetivos, tenho que ter paciência e me virar nos 30! Até quando a minha saúde vai aguentar? Não sei! Mas tenho fé que encontrarei a oportunidade certa!

Partindo para o último tópico deste post… 1 ano de cafofo… Sim!!! No último dia 08 de julho fez um ano que saí da casa dos meus pais e fui morar há 10 minutos do meu local de trabalho! Essa foi uma das melhores escolhas que fiz na vida! Diminuí o estresse (pelo menos com o trânsito), melhorei saúde, alimentação, rotina, treino, qualidade de vida… mas o principal: melhorei minhas finanças!

Quando decidi morar sozinha, tinha como objetivo não só fugir do trânsito, mas principalmente organizar a minha vida financeira. Não que essa parte da minha vida estivesse desorganizada (já foi há muito anos atrás), mas apesar de eu ter me reestruturado financeiramente, ainda precisava abrir os olhos para o mundo dos investimentos.

Expliquei sobre esse assunto em outro depoimento e vou continuar em outro post mais para frente… O fato é que morar em uma suite administrativa, me possibilitou economizar muito e permitiu que eu iniciasse minha trajetória como investidora.

Além de melhorar a parte financeira, morar sozinha me possibilitou cuidar mais da minha saúde e de algumas questões que estavam pendentes:

  • Coloquei aparelho nos dentes, para isso precisei extrair os 4 dentes do ciso;
  • Voltei à minha rotina de treinos, porém em casa sem encheção de saco;
  • Aderi de vez à alimentação saudável e econômica! Com isso consegui emagrecer os 4 quilos que faltavam para chegar ao peso que eu estava antes de descobrir os problemas na Tireóide.

Claro que, como tudo na vida, existem vantagens e desvantagens de morar sozinha e, dentre elas, posso destacar algumas experiências. Esse local que estou morando atualmente é uma kitnet que na verdade é um dormitório com uma cozinha embutida e banheiro.

Vantagens:

  • Mobiliado – Não precisei comprar móveis, geladeira, fogão e etc (apenas utensílios de cozinha, roupas de cama, mesa e banho);
  • Pequeno – Fácil de limpar;
  • Seguro – Possui câmeras e dois portões com trancas automáticas, além de grade na janela e porta com três trancas;
  • Pacote completo – Internet, água e luz! Não pago condomínio, apenas o aluguel que incluir todas essas despesas;
  • Assistência – Se acontecer alguma coisa ou se eu precisar de algum serviço, posso entrar em contato com a imobiliária ou com o proprietário que o assunto é solucionado (até mesmo a troca de um chuveiro e uma simples lâmpada).

Desvantagens:

  • Escorpiões – Sim! Você leu direito… rsrs Neste 1 ano morando no cafofo, já me deparei com TRÊS escorpiões pequenos que entraram pela porta (eu acho). Por ser uma casa com 8 suítes individuais, o acesso para a rua é fácil e, na época de calor, houve uma infestação de escorpiões na região que saíram pelo bueiro por causa do veneno que colocaram para espantá-los. Eles fugiram para locais em que pudessem se esconder e, como na minha porta não tinha o “rodinho” de proteção, acredita-se que tenham entrado por ela, mas eu consegui pegá-los antes que eles me picassem! rsrs
  • Barulho – Por ser uma suíte ao lado da outra, é possível ouvir 90% do que acontece nos quartos ao lado… Fora isso, o dono das casas tem uma outra casa no terreno ao lado, onde moram 3 cães. Quando a faxineira chega para tratá-los, eles já começam a latir quando ela está na esquina da rua e isso já chegou a acontecer às 7h da manhã do sábado… Então posso dizer que o latido dos cachorros incomoda bastante. Sem contar o portão da rua que precisa ser batido com força para fechar, o que faz um barulho incômodo.
  • Ventilação – Apesar de ter o ar condicionado como opção (bastar pagar um pouco mais), o local possui apenas 1 janela e 1 porta. O banheiro não tem janelas e isso me incomoda pelo fato de não ter ventilação no dormitório. Na época de calor incomoda um pouco, mas eu não quis a opção com ar condicionado, pois eu não gosto. Prefiro temperatura ambiente, mas a falta de circulação de ar incomoda muito no calor.

Fora isso, existem algumas situações que atrapalham um pouco, como por exemplo o fato de ser apertado para receber visitas e também por ter apenas o microondas e o fogão cook top com apenas uma boca para preparar a comida… Ou seja, quando acaba a energia, tenho que comer comida fria! rsrs De resto o cafofo tem atendido bem às minhas necessidades, pelo menos até eu conseguir atingir os meus objetivos!

Por falar em objetivos, esse será assunto para outro post, pois este aqui já está muito grande! Como complemento, colocarei algumas fotos que consegui tirar desde o último post até hoje para continuar com meus registros pessoais… Até breve! 😉

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: