De volta às origens…

Querido blog! 🙂

Hoje vou falar um pouco sobre minha experiência após 1 ano de trabalho como Analista de Suporte (ou Analista de Atendimento).

suporte-pageNo post do dia 10/03/16 expliquei um pouco sobre o assunto e como estou completando 1 ano nessa nova experiência profissional, quero registrar o que aprendi na Repullo Assessoria em Informática! Isso  explica o porquê do “De volta às origens…” 😛

Embora eu tenha cursado o Ensino Médio Técnico em Processamento de Dados e um pouco de Ciência da Computação (um semestre apenas… rsrs), nunca trabalhei na área de Informática. Mesmo assim sempre tive ligação com essa área, pois tanto em casa como nos lugares em que trabalhei estive envolvida nas soluções de alguns problemas de software ou hardware. Que fique bem claro: sempre como AMADORA, nunca como profissional.

Se bem que é aí que está o “x” da questão: Será que todos os que estudam este ou qualquer outro assunto, realmente estão aptos para exercer a profissão relacionada? Óbvio que não, pois além de não poder generalizar, ainda tem o fato da pessoa gostar e ter o dom pra “coisa”… Não que eu tenha o dom para Informática, mas eu acredito que se eu não tivesse pelo menos um pouquinho de aptidão que seja, eu não estaria envolvida até hoje em algumas tarefas e por quê não dizer até em algumas “missões” que surgiram na minha vida?! 😀

Como já expliquei, meu último trabalho com registro (CLT) foi na empresa W. Rady, onde aprendi muito sobre a área Administrativa (mais especificamente Financeira), onde pude relembrar e aprimorar alguns conhecimentos de Faturamento e onde me proporcionou ingressar em OUTRO curso de Ensino Superior, que não foi Ciências da Computação (nem Pedagogia como tentei também numa época remota da minha vida, mas deixa pra lá… kkkkk), e sim Administração de Empresas: um curso que sempre esteve ligado com minha experiência profissional, mas que não fazia parte dos meus planos iniciais. Assim como também não fazia parte dos meus planos iniciais e profissionais trabalhar como Analista de Suporte, e é sobre isso que pretendo falar agora.

Na W. Rady utilizávamos o Sistema ERP Cigam que é comercializado pela Repullo Assessoria em Informática (Grupo Repullo). Quando entrei na W. Rady em julho de 2008, o sistema havia acabado de ser instalado na empresa e estava em fase de implantação, treinamento, ajustes e afins. Como já tinha passado por transições de sistema em outras empresas, eu sabia que aquela situação duraria no mínimo 2 anos, que é como ocorre com a maioria dos Softwares de Gestão implantados nas empresas.

Nesse período de transição e treinamentos, conheci a Andréia que ia na W. Rady para dar alguns treinamentos e com quem adquiri uma amizade além da empresa. Ela é autora do blog A Viajante do Trem e além de acompanhar os trabalhos dela no blog, também ajudei na divulgação do divertidíssimo livro que ela lançou em Novembro de 2013 com o mesmo título do blog. Apenas para lembrar, neste mesmo ano minha maninha Elaine lançou seu segundo livro Como Ser um Bom Marido (o primeiro foi lançado em 2010 com o título “Da depressão à criação”). 😉

Em 2014 precisei me desligar da W. Rady para fazer meu intercâmbio no Canadá e quando retornei (6 meses depois), me preparei para encarar o mercado de trabalho. Meu objetivo inicial era conseguir algum trabalho voltado para o que eu fazia antes (Assistente ou Analista Administrativo Financeiro), pois tinha o objetivo de continuar crescendo nessa área, mas mesmo reativando as assinaturas nos sites de emprego e fazendo algumas entrevistas, meu “destino” era voltar às “origens” e eu nem fazia ideia de que isso fosse fazer tanto sentido hoje! 😎

Certo dia, ao comentar uma postagem da Andréia no Twitter, ela me deu as boas vindas ao país e desejou bom retorno ao trabalho. Agradeci e falei que precisava apenas encontrar um novo trabalho! rsrs Ela perguntou se eu não ia voltar mais para a W. Rady, expliquei que não devido à minha vaga ter sido preenchida e também porque a minha saída foi por opção minha e eu estava procurando outra oportunidade. Andréia pediu meu currículo para entregar na Repullo e eu enviei.

Isso foi em Fevereiro do ano passado… Pouco mais de 1 mês, após ter passado por algumas entrevistas e processos seletivos para outras empresas, eis que recebo um e-mail da Jackeline Repullo (Diretora Administrativa e Financeira) dizendo que recebeu o meu currículo e que havia uma vaga de Analista de Suporte Administrativo disponível. Fiquei feliz de imediato, pois já estava ficando preocupada por não ter conseguido um trabalho, porém fiquei confusa com relação à função, pois meu currículo era para Assistente ou Analista Administrativo Financeiro e não para Analista de Suporte. Foi aí que ela me explicou…

Como eu já tinha trabalhado na W. Rady, conhecia o sistema Cigam e seus Módulos Administrativos. Recebi mais detalhes sobre a vaga, inclusive sobre a forma de contratação (PJ) e fui convidada para uma entrevista com os responsáveis pelo setor de suporte. Mesmo cheia de dúvidas, compareci à entrevista e fiquei muito interessada na oportunidade depois que o Áureo (um dos entrevistadores e atualmente o Gerente de Operações e Negócios) explicou tudo sobre a função. Ele falou sobre TREINAMENTOS, PROJETOS e CRESCIMENTO PROFISSIONAL e eu expliquei minhas razões por ter saído da W. Rady e meus objetivos profissionais. Depois fiquei aguardando a resposta que não demorou nem 2 dias! Recebi outro e-mail da Jackeline, dizendo que eu tinha sido aprovada e que eu poderia me apresentar para o trabalho! 🙂

Antes de começar a trabalhar na Repullo, fui até à W. Rady agradecer aos meus “ex-chefes”  por tudo o que aprendi, pela compreensão e apoio que tiveram comigo. Graças a Deus tenho amizade com eles até hoje e sou muito grata por tudo o que vivi lá!

No dia 1º de Abril de 2015 iniciei minha nova experiência profissional na Repullo Assessoria em INFORMÁTICA! Parecia mentira, mas era o início de uma nova “saga” do “De volta às origens…” rsrs

profhelp

Logo de início tive que me habituar com a rotina de atendimentos: telefones, e-mails, Hangout, Skype…  Sempre usei telefone e e-mail, mas não como ferramentas primárias de trabalho. Além dessas ferramentas básicas para um atendimento, tive que ter contato com as tecnologias utilizadas nesse tipo de suporte e que não eram muito comuns para mim: VNC, Ammyy Admin, Team Viewer e afins. Conhecia o VNC apenas, de quando o pessoal do suporte pedia para eu conectar no servidor da W. Rady, porém agora eu estava do outro lado da conexão remota e passei a ser Repullo Suporte Cigam 6! 😀

Além de todas essas ferramentas, para trabalhar no suporte e ter o suporte da Cigam Corporativa que fica no Rio Grande do Sul, é necessário realizar os treinamentos e obter as certificações necessárias através de uma boa pontuação nas avaliações. Enquanto eu me habituava com o mundo das conexões remotas, “mergulhei” em treinamentos e mais treinamentos oferecidos pela UCC (Universidade Corporativa Cigam). Alguns treinamentos são à distância (EaD) e outros são Salas Virtuais que podemos fazer durante o expediente de trabalho.

Por ser EaD, a eficácia do aprendizado depende muito do aluno e para que seja atingida é necessário desenvolver seu próprio método de estudo. O meu sempre foi ler e escrever para assimilar melhor o conteúdo, porém como é mais demorado muitas vezes tinha que estudar em casa. Além de estudar o conteúdo, tive que fazer as avaliações do próprio material e as avaliações “oficiais” que são as Certificações. Ao todo foram 18 EaDs: 10 da Educação Básica e 8 do módulo Especialista Administrativo. Levei aproximadamente 4 meses para conseguir todas as certificações e após este período já poderia me considerar Especialista Administrativo. 🙂

Na teoria é tudo muito lindo, mas na prática a realidade é bem diferente! Assim como na escola, nem tudo o que aprendemos na teoria é o que utilizamos na prática e com o Cigam não foi diferente. Devido às constantes atualizações de releases e patchs, somos obrigados a estar em constante aprendizagem. A função de ANALISTA só pelo nome já define tudo, pois o trabalho é realmente de análise, muita pesquisa e várias descobertas. Pelo que vejo em minhas pesquisas e pelas experiências que ouço, isso é normal com qualquer Software de Gestão, pois além das atualizações dos próprios sistemas, existem as atualizações dos governos, prefeituras e secretarias que envolvem emissões de notas, Notas Técnicas e toda a parte fiscal e legislações que de fato, é a parte mais difícil de todo o trabalho de um Analista de Suporte e também dos Consultores!

Por falar em Consultores, esse é um outro assunto que também faz parte da minha experiência em 1 ano de Repullo. Além de atender no suporte, fui escalada aos poucos para atender algumas consultorias e esse sim, está sendo um verdadeiro DESAFIO para mim! Uma coisa é você atender o cliente por e-mail, outra coisa é por telefone, outra por conexão remota, mas outra coisa mais DIFERENTE e desafiadora (pelo menos para mim) é atender o cliente PESSOALMENTE!!! 😮 😮 😮

analista

Bom, como isso vai dar muito “pano pra manga”, acho que vou dividir essa experiência em dois posts (ou mais… rsrs), pois se eu for escrever tudo nesse aqui vai ficar muito longo e como INFELIZMENTE muitos têm preguiça ou não gostam de ler, é capaz de não chegarem nem até aqui… 😦

Mas não tem problema, pois o intuito das minhas postagens é apenas registrar alguns pensamentos, desabafos e experiências que possam contribuir com quem precisa. Agradeço a quem se interessou por ler até aqui e se quiser saber mais, siga-me para receber a continuação deste e outros posts que possam interessar! 😉

Até mais!

Eliane.

trabalhe-conosco-boneco

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: